parceria para atendimento

No dia 15/05, a Pró-Reitoria de Políticas Estudantis, por meio da Divisão de Saúde do Estudante (Disae/PR7), firmou parceria com a Central de Apoio à Saúde Mental dos Trabalhadores e Estudantes da UFRJ (Ceate) para ampliar o atendimento que já vem ocorrendo semanalmente nos grupos Vivências na Quarentena. O objetivo é minimizar o impacto causado pelo isolamento provocado pela pandemia do Covid-19.

Agora, alunos que precisarem de apoio psicoterápico e/ou psiquiátrico a médio e longo prazo poderão ser atendidos por profissionais das áreas da saúde mental, saúde do trabalhador e bioética.

O Ceate é um projeto do Núcleo de Bioética e Ética Aplicada (Nubea) e tem o apoio voluntário de profissionais de múltiplas formações tais como médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, musicoterapeutas, enfermeiros, filósofos, bioeticistas, engenheiros e tecnologia da informação. Os atendimentos são realizados à distância pelo Jitsi Meeti, plataforma gratuita de videochamadas.

 

Vivências na Quarentena
O grupo se propõe a ser um espaço de acolhimento para estudantes da UFRJ relatarem suas angustias e anseios, trocarem dicas de cuidado e experiências pessoais vivenciadas durante o isolamento.

 

Para mais informações, envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 selo alojamento site

No dia 07/05, a Pró-Reitoria de Políticas Estudantis (PR7) organizou o primeiro grupo de estudantes que manifestaram interesse em retornar ao seu domicílio de origem, para a realização dos testes de verificação da presença do novo coronavírus.  Os exames foram feitos na UFRJ e após o resultado serão iniciados os trâmites para as viagens, que serão custeadas pela UFRJ.

 

Como parte das diretrizes de prevenção ao contágio do novo coronavírus (Covid-19) adotadas pela PR7 para os moradores da Residência Estudantil, álcool em gel, sabão e máscaras de proteção para os estudantes têm sido distribuídos regularmente, e estão sendo realizadas desinfecções periódicas nos ambientes da residência. Os estudantes moradores das Residências Estudantis do Rio e de Macaé também podem contar com o Auxílio Emergencial Covid-19, no valor de R$ 460,00 para auxiliar na prevenção e no combate da transmissão viral.

 

 

 

 

 selo comunicado site novo

A Pró-Reitoria de Políticas Estudantis (PR7) informa que os auxílios aos estudantes continuam sendo pagos normalmente durante a pandemia do Covid-19.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 centro de triagem

No dia 27/4, o Centro de Triagem Diagnóstica para Covid-19 da UFRJ atualizou as normas que regulamentam o público-alvo dos testes na Universidade.

Serão realizados 240 testes por dia, sendo 120 vagas para o corpo social da UFRJ e a outra metade para o público externo, considerando as orientações relacionadas abaixo.

 

Atendimento ao corpo social da UFRJ

Das 120 vagas diárias oferecidas, 70 são para coletas de primeira vez e 50 são para recoleta. Podem realizar o teste profissionais de saúde do Complexo Hospitalar e de Saúde (CHS/UFRJ) que façam parte da força ativa de enfrentamento da pandemia, profissionais de outras áreas e gestores da UFRJ que estejam atuando no combate ao Covid-19, acadêmicos e outros voluntários das ações de enfrentamento da pandemia realizadas na UFRJ, alunos da Residência Estudantil e Vila Residencial.

Para realizar o teste, é necessário apresentar carteira ou crachá comprovando vínculo de trabalho com a UFRJ e encaminhamento dos setores responsáveis nas unidades do CHS ou autorização da Coordenação Clínica do Centro de Triagem Diagnóstica (impressa ou digital).

 

Atendimento ao público externo

Das 120 vagas diárias oferecidas, 70 são para coletas de primeira vez e 50 são para recoleta. Podem realizar o teste profissionais de saúde das seguintes unidades: os hospitais federais já cadastrados (Andaraí, Bonsucesso, Ipanema, Lagoa, Servidores, Instituto Nacional do Câncer – Inca, Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad – Into e Hospital de Força Aérea do Galeão – HFAG), as Coordenações de Emergência Regional (CERs) Leblon e Ilha, os hospitais municipais Miguel Couto e Evandro Freire e os Centros Municipais de Saúde (CMSs) Necker Pinto e Marcolino Candau.

Para validação, é preciso apresentar carteira ou crachá comprovando vínculo de trabalho com a respectiva unidade de saúde e encaminhamento formal da unidade de saúde ou autorização da Coordenação Clínica do Centro de Triagem Diagnóstica (impressa ou digital).

 

Atendimento é apenas para sintomáticos

Cabe destacar que apenas sintomáticos e sem critérios de gravidade são elegíveis, seja para o corpo social da UFRJ, seja para o público externo. O horário de entrada na unidade é das 8h30 às 11h30, mediante senha e limitação de vagas.

Os testes são realizados no Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFRJ) e não é permitido o acesso de acompanhantes. Os profissionais que se encontram incapacitados para se dirigirem sozinhos ao Centro de Triagem deverão ser levados pelos seus acompanhantes para atendimento em uma emergência.

 

Em caso de dúvidas, envie e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Fonte: site da UFRJ

 

 

UFRJ PR7 - Pró-reitoria de Políticas Estudantis
Desenvolvido por: TIC/UFRJ